sábado, 4 de julho de 2015

Isso me basta

Deixei de dizer um bocado de coisas que penso. Deixei de perguntar o que me seria mera curiosidade. Claro que continuo falastrão e que, por vezes, meus comentários são impiedosos, constrangedores, ácidos e/ou picantes. E, por vezes, mas raras vezes, pode até ser que todas as características mencionadas estejam no mesmo momento. E é certo que, algumas vezes, mas só algumas vezes, eles também me fazem mal. A culpa que eu venha a sentir levo como galardão. Levo com a certeza que, na minha espontaneidade ou no comentário propositado fui eu mesmo. O que me interessa é só isso. Escancarar a mim mesmo. E, mesmo assim, há quem goste. Acho até que me preferem assim. Eu me gosto assim. Isso me basta!

Wanderley Lucena

Nenhum comentário: