quinta-feira, 29 de junho de 2017

A Florada do Ipê

Aqui da minha janela explode entre o verde das muitas árvores, um imenso ramalhete roxo que vai acima dos prédios vizinhos. É enorme o pé ipê-roxo. A seca característica dessa época no planalto central favorece as floradas dos ipês. E os moradores daqui, faz tempo, se emocionam todos os anos com essas maravilhas de Deus em nossas ruas, bairros e parques. Tem ipê amarelo - os meus preferidos - roxos, brancos e rosas. Tem deles que são gigantescos e tem outros baixinhos. E o bom é que a florada é longa, dura mais mês. Tudo começa com a florada dos roxos e rosas e depois vêm os amarelos. E por último os brancos - essa, ao menos para mim, menos bonita, mas de tirar o fôlego aos mais sensíveis. E grande parte deles foi plantada pelos moradores locais ou pelo próprio governo. 

Aqui é comum ouvir música na casa do vizinho ou músicos a ensaiar um chorinho, um samba e até a música clássica nos banquinhos debaixo das árvores nas pracinhas dos bairros. Aqui os beija-flores podem entrar pela sua janela todos os dias e por várias vezes. Aqui você acorda com revoada de pássaros e suas cantorias. Aqui durmo com um grilo a me ninar. Sério! Um grilo cantante todas as noites. E como é bom dormir com o som do grilo a cantar. Pode ser que voc~e nem goste, mas eu adoro. 

Aqui não só uma infinidade de ipês. Tem flamboyans e bougainvilles. Não temo não ver a florada de flamboyam. A árvore é linda e de copa aberta para os lados. Quando da florada, assim como os ipês, voce não ver folhas, apenas flores. E o Flamboyam é de vermelho carmim intenso. Não tem como passar perto de um e não se emocionar. As bougainvilles são de várias cores. São menos nobres e têm até espinhos. Mas são generosas na florada tanto quanto os ipês e os bougainvilles. 

A palavra "ipê" tem sua origem no Tupi, a lingua indígena. Significa árvore cascuda. São pra mais de dez espécies de ipês. Conheço ao menos quatro e posso vê-las, quando da florada, todos os dias numa caminhada por aqui. 

Adoro tudo isso!

Wanderley Lucena

Nenhum comentário: