quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O DESPREZO

"Se sofri ou se chorei... o importante é que emoções eu vivi". É a letra de uma bela música do nosso cancioneiro brasileiro. Entretanto, já virei as costas a algumas pessoas e, confesso... nunca me arrependi de ter-lhes demonstrado o meu desprezo. Tem gente que me mandaria rezar, e eu sei que o que eles gostariam mesmo, era me dizer: "você precisa é evoluir espirititualmente". E cá fico a pensar: "tu também serias capaz da mesma atitude". Não que o desprezo deva virar atitude corriqueira, mas, em algumas situações é ele, o desprezo, a única forma de se ser ouvido. E não sou Jesus Cristo para ser sacrificado em total renúncia de minha auto-defesa. É claro que é atitude extremada; rachadura, geralmente, sem conserto. E ai... me desapego e esqueço. Se volto a lembrar-me, sinto logo o rancor e depois, o luto da perda de quem me morreu em vida. Mas um banho de sal grosso eu faço questão de tomar vez em quando.

Wanderley Lucena

Um comentário:

OT disse...

foi seu comentário no meu blog uff..
eh gostei de ler, obg