domingo, 14 de agosto de 2011

RETICÊNCIAS



Mas pra quê tantas reticências?
Pra quê tantos pontinhos?
...três pontinhos no início
Três pontinhos no final...
Oche! Os pontinhos mostram um caminho?
Formigas passando ao chão?
Grãos de açúcar sobre a mesa?
Caca de rato?
Se não são as reticências...
É a interrogação?
Outro ponto que insiste na redação
Essa curva tão acentuada que parece cabo de guarda chuva
Cachos de cabelo caídos no piso do salão?
A bengala do vovô?
A pergunta que não quer calar?
Que muitas vezes fica sem resposta, e...
Taí  de novo a reticência
Então... que venha outro ponto
Que grite...
Sou reticente!
Mas dessa vez com exclamação.

Wanderley Lucena

2 comentários:

Madá disse...

Adorei...
Eu, particularmente, adoro três pontinhos...
Eles me dizem tantas coisas...
Beijo, Madá.

Unknown disse...

Eu gosto dos sinais da língua! Cadê os [ ]? Deixa as(...) já que mataram o trema!
Abraços, Adê