sábado, 30 de julho de 2011

PRETENSÃO


Tão bonita que ficaste
E eu ainda quis enfeitar-te
Coloquei parágrafos
Dei nova métrica
Quiz até fazer rimas
 Quis transformar-te em poesia
Como se poeta eu fora
Se o fora não te copiara 
Criar deveria
Te expus em contrastes
Espero tu gostes das novas nuances
É que te pretendi nova roupagem
Parecida com a minha
Tomara minha minha ousadia
Minha nova pontuação
Não te incomode ao ponto
De me pedires desistir
Devolver minha indébita apropriação.

Wanderley Lucena

Um comentário:

Caroline. disse...

"Quis transformar-te em poesia
Como se poeta eu fora..." Que coisa simples e bonita!

Estou retribuindo a visita que fez ao meu blog, e já posso ver que valeu a pena. :)